Partner im RedaktionsNetzwerk Deutschland

SEMANA EM ÁFRICA

Podcast SEMANA EM ÁFRICA
Podcast SEMANA EM ÁFRICA

SEMANA EM ÁFRICA

Guardar

Episodios disponibles

5 de 24
  • São Tomé e Príncipe: Patrice Trovoada denuncia "tentativa de golpe"
    O primeiro-ministro de São Tomé e Príncipe, Patrice Trovoada, denunciou uma "tentativa de golpe" no país "a mando de algumas personalidades" e indicou que foram detidas "algumas pessoas", nomeadamente Delfim Neves, o ex-presidente da Assembleia Nacional. Em Angola, destaque para o acordo assinado em Luanda a exigir o fim dos ataques do M23 contra as Forças Armadas da República Democrática do Congo e a Missão das ONU. Neste programa, oiça o resto dos temas que marcaram a semana.
    11/25/2022
    11:40
  • Novo governo em São Tomé e Príncipe e rebeldes na RDC multiplicam ataques
    Em São Tomé a semana foi marcada pela tomada de posse de um novo governo, liderado por Patrice Trovoada. Na RDC, os conflitos entre o exército congolês e os rebeldes do M23 continuam e o presidente angolano João Lourenço organiza, na segunda-feira 21 de novembro, uma reunião com vista à resolução do conflito. O executivo de Patrice Trovoada, em São Tomé e Príncipe, impôs medidas de redução de despesas, em plena crise financeira.  Na República democrática do Congo, onde Ruanda é acusado de financiar o movimento rebelde M23, o conflito intensifica-se. No passado sábado, os primeiros soldados do Qénia chegáram a esta região a leste da RDC.  Moçambique deu início à exportação do gás natural a partir da bacia do Rovuma. O presidente Filipe Nyiusi anunciou a partida do primeiro navio de exportação de gás, produzido na usina offshore Coral Sulnavio, gerida por uma empresa italiana.  A cimeira do clima, em Sharm el Sheik, no Egito, foi prolongada, pelo menos até sábado dia 19 de novembro, devido à falta de um consenso sobre o financiamento dos países mais pobres na luta mundial contra o aquecimento global. Entretanto, o país anfitrião da COP27 foi acusado de ter procedido a detenções arbitrárias e em massa para silenciar alguns ativistas ambientais dissidentes.  A semana foi também marcada pela agressão de um jornalista em Angola. José Honório, foi detido e espancado pela polícia na região de Benguela.
    11/18/2022
    8:19
  • Sissoco Embaló em Paris para falar de conflitos internacionais
    Termina este sábado, 12 de Novembro, em Paris, o quinto Fórum Mundial para a Paz. A Guiné-Bissau foi o único país lusófono a participar na conferencia internacional, dedicada este ano às crises multidimensionais – da pandemia ao aquecimento global, incluindo a guerra na Ucrânia e o problema dos refugiados. O chefe de Estado Umaro Sissoco Embaló participou, ao lado do Presidente Emmanuel Macron, no painel consagrado ao tema: "Universalismo em tempo de guerra". A ministra guineense dos Negócios Estrangeiros, Suzi Barbosa, refere que este convite é o reconhecimento da Guiné-Bissau como país mediador de conflitos internacionais. Ainda sobre a Guiné-Bissau, o ministro da Administração Territorial, Fernando Gomes, anunciou esta quinta-feira que o recenseamento eleitoral com vista as legislativas antecipadas, ainda sem data marcada, vão iniciar no próximo dia 10 de Dezembro. Em São Tomé e Príncipe, o líder da Acção Democrática Independente, Patrice Trovoada, toma posse esta sexta-feira como primeiro-ministro, após as eleições legislativas de 25 de setembro, que venceu com maioria absoluta. Em Angola, Major Pedro Lussati condenado a 14 anos de prisão e a a 100 dias de multa pelos crimes de peculato, fraude e branqueamento de capitais. A sentença foi apresentada na noite desta quinta-feira pelo juiz, Andrade da Silva, numa sessão que se prolongou durante mais de cinco horas. A actualidade angolana fica ainda marcada pela greve dos oficiais de justiça iniciaram, esta uma greve de sete dias para reivindicar melhores salários e condições de trabalho. Por sua vez, o Conselho Superior da Magistratura Judicial considera a greve ilegal por não ter cumprido os preceitos legais e recusou receber a declaração da paralisação, não tendo respondido ao caderno reivindicativo. Em Cabo Verde, O advogado e deputado da UCID, Amadeu Oliveira, foi condenado a sete anos de prisão efectiva por atentado ao Estado de Direito e ofensa a juízes do Supremo Tribunal de Justiça.
    11/14/2022
    7:56
  • Tensões crescentes entre RDC e Ruanda
    Esta semana, o Quénia anunciou o envio de soldados para o leste da República Democrática do Congo para apoiar o exército de Kinshasa contra a rebelião do M23, numa altura em que a tensão é crescente entre a RDC e o Ruanda. Neste programa, destaque também para um novo ataque em Cabo Delgado e para a polémica que continua na autarquia cabo-verdiana de São Vicente.
    11/4/2022
    8:14
  • Umaro Sissoco Embaló levou "mensagem de paz" à Ucrânia e à Rússia
    A actualidade desta semana ficou marcada pela visita do Presidente guineense à Rússia e à Ucrânia. À chegada a Bissau, Umaro Sissoco Embaló fez um balanço positivo desta deslocação. Ainda na Guiné-Bissau, a data das eleições legislativas antecipadas gerou confusão no país. A data fixada inicialmente seria 18 de Dezembro, mas, na semana passada, os actores políticos guineenses tinham alegadamente chegado a acordo para adiá-las para 23 de Abril. Entretanto, surgiu outra data em cima da mesa: uma data a partir de 14 de Maio, devido ao período de Ramadão. O Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló, disse também à chegada a Bissau que desconhecia a proposta para que as eleições aconteçam após 14 de Maio e que continua na lógica de 18 de Dezembro. Esta posição foi também reiterada por Soares Sambú, vice-primeiro ministro guineense, em entrevista à RFI. Ainda sobre a Guiné-Bissau, o chefe de Estado nomeou o general Sandji Fati como ministro do Interior e extinguiu a secretaria de Estado da Ordem Pública, segundo três decretos presidenciais. Para além de Fati, Botche Candé foi nomeado ministro da Agricultura.Estas mudanças acontecem numa altura em que a sociedade civil exigia a demissão do até agora ministro do Interior e da Ordem Pública, Botche Candé. Esta semana decorreu em Dacar, no Senegal, a 8ª edição do Fórum Internacional de Dacar sobre Paz e Segurança em África. José Maria Neves, Presidente cabo-verdiano, justificou a presença do país no evento, em entrevista à RFI. "Para nós, Cabo Verde, enquanto pequeno Estado insular em desenvolvimento, a presença aqui é estratégica. Não temos problemas de instabilidade. Cabo Verde sempre foi um país muito estável e um país que se tem afirmado, se tem desenvolvido e hoje é um país de rendimento médio. É um país onde as instituições funcionam e de boa governação. De todo modo, nós somos um participante activo no processo da construção da paz e da estabilidade a nível do continente africano", salientou. O Presidente angolano, João Lourenço, também falou com a RFI e abordou várias questões, entre elas as próximas eleições autárquicas. "Como sabe o pacote legislativo autárquico não está terminado. Enquanto isso não acontecer, não posso 'assanhadamente' se me permite a expressão, convocar eleições", defendeu o chefe de Estado angolano. Ainda sobre Angola, as reclamações dos professores angolanos do Ensino Superior, que se encontram em greve há vários dias, estão dependentes do Orçamento Geral do Estado que vai a debate no Parlamento. Em Moçambique, a polícia está preocupada com o aumento do número de cidadãos que entram no país de forma ilegal e que se suspeita estarem associados a grupos terroristas. Só nas últimas duas semanas, foram três os grupos de pessoas neutralizadas na província de Manica e os seus recrutadores detidos para investigação. Por seu turno, em São Tomé e Príncipe, o Tribunal Constitucional rejeitou dois pedidos para apreciação da constitucionalidade da resolução que fixa o dia 8 de Novembro para a posse de novos deputados. Já o Tribunal de Contas indeferiu o pedido do Ministério Público para anulação do contrato de concessão dos portos na ilha de São Tomé e Príncipe. O relato é do nosso correspondente Maximino Carlos.
    10/29/2022
    9:26

Radios similares

Acerca de SEMANA EM ÁFRICA

Sitio web de la emisora

Escucha SEMANA EM ÁFRICA, Los 40 Principales España y muchas más emisoras de todo el mundo con la aplicación de radio.es

SEMANA EM ÁFRICA

SEMANA EM ÁFRICA

Descarga la aplicación gratis y escucha radio y podcast como nunca antes.

Tienda de Google PlayApp Store

SEMANA EM ÁFRICA: Radios del grupo